Economia

Linhas Aéreas de Moçambique voltam à Europa via Lisboa em março do próximo ano

(Arquivo)

A última vez que a LAM voou para Portugal foi em 2011, ano em que Moçambique foi banido do espaço europeu.

As Linhas Aéreas de Moçambique (LAM) vão, a partir de 31 de março do próximo ano, voltar a efetuar voos diretos para a Europa, via Lisboa, o que não acontecia desde 2011, anunciou esta segunda-feira um responsável da companhia.

"Trata-se de um projeto desafiador, mas bem conhecido pela LAM e que vai aumentar as relações entre os dois povos", disse o chefe do departamenmto de marketing da companhia, Adil Ginabay, durante uma conferência de imprensa da companhia em Maputo.

Os voos serão efetuados através de uma aeronave Airbus A340-300, com 260 lugares e mais de 40 toneladas de carga, e que vai ligar as duas capitais três vezes por semana: com trajeto Maputo-Lisboa na quarta-feira, sexta-feira e domingo, e Lisboa-Maputo na terça-feira, quinta-feira e sábado.

O retorno da LAM ao espaço europeu ocorre em cooperação com a companhia aérea privada portuguesa Hi Fly, proprietária da aeronave Airbus A340-300, e com qual foi acordado um período experimental de seis meses.

Apesar de admitir que a companhia atravessou desafios económicos recentemente, com uma reestruturação devido a uma crise financeira, Adil Ginabay considerou que a LAM está preparada para o novo desafio.

"Temos de aceitar novos desafios", frisou Adil Ginabay, lembrando que a companhia de bandeira nacional moçambicano conhece o espaço aéreo português.

Os bilhetes vão estar disponíveis no final deste mês.

A última vez que a LAM voou para Portugal foi em 2011, ano em que Moçambique foi banido do espaço europeu.

Lusa