Economia

Motoristas de pesados de mercadorias ponderam avançar com greve

Motoristas de pesados de mercadorias ponderam avançar com greve

Fectrans diz que algumas empresas não estão a cumprir acordo assinado em outubro.

Os motoristas de pesados de mercadorias ponderam avançar para a greve nas empresas que não estão a cumprir o novo contrato coletivo de trabalho.

O acordo foi assinado com os patrões em outubro do ano passado, mas a Fectrans, a federação que representa os motoristas, diz que há pelo menos 10 empresas que não o estão a cumprir.