Economia

Plano de expansão da rede do metro de Lisboa mantém-se

Rafael Marchante

Os trabalhos deverão ficar concluídos em 2023.

O ministro do Ambiente vai manter o plano de expansão das linhas amarela e verde do metro de Lisboa.

As obras tinham sido suspensas em fevereiro pelo Parlamento. No entanto, Marcelo Rebelo de Sousa considera que a Assembleia da República não suspendeu qualquer decisão administrativa, limitou-se apenas a formular a recomendação política.

O ministro Matos Fernandes diz que as obras são investimentos urgentes e críticos para o interesse público, porque são iniciativas de investimento público essenciais para a dinamização da economia e para a criação de emprego, perante os efeitos da pandemia.

As obras de expansão do metro de Lisboa vão custar 276 milhões de euros e contarão com uma comparticipação de 83 milhões de euros provenientes de fundos europeus.

  • 2:34