Economia

TAP admite recuar no plano de voos para os próximos meses 

TAP admite recuar no plano de voos para os próximos meses 

Decisão surge depois do primeiro-ministro se ter juntado ao coro de críticas ao plano da TAP, que previa apenas três ligações ao Porto. 

A TAP que discutir com os agentes económicos a revisão do plano de retoma de rotas e garante que vai colaborar de imediato com todos os agentes económicos para o fazer.

O comunicado da empresa surge depois do primeiro-ministro se ter juntado ao coro de críticas ao plano da TAP, que previa apenas três ligações ao Porto.