Economia

Providência cautelar surpreende administração da TAP 

Rui Violante

Rui Violante

Repórter de Imagem

Presidente do conselho de administração diz que as reuniões com a Associação Comercial do Porto foram produtivas e que a TAP se comprometeu a reforçar as rotas. 

O presidente do conselho de administração da TAP diz que ficou surpreendido com a providência cautelar da Associação Comercial do Porto para travar a injeção de dinheiro na transportadora.

Miguel Frasquilho admite, contudo, que os próprios administradores levantaram dúvidas quanto ao polémico plano de rotas.