Economia

Horta Osório deixa liderança do banco Lloyds

Banqueiro português sai da presidência executiva depois de 10 anos à frente do grupo.

António Horta Osório vai deixar a liderança do banco britânico Lloyds. O banqueiro português estava há 10 anos na presidência executiva do maior banco de retalho do Reino Unido. Sai em junho do próximo ano, segundo diz, por acreditar que as pessoas não se devem perpetuar nos cargos.

A saída do presidente executivo acontece após terminar o terceiro plano estratégico para o período 2018 - 2020, "que tinha como principais objetivos preparar o banco para um mundo digital e contribuir para a transição do Reino Unido para uma economia de baixo carbono".