Economia

Presidência do Eurogrupo. Pedro Sánchez confiante na eleição da vice-Presidente do Governo espanhol

Nadia Calvino é candidata à presidência do Eurogrupo em substituição de Mário Centeno.

O presidente do Governo espanhol disse esta segunda-feira, em São Bento, que está otimista quanto à eleição da vice-presidente do Governo espanhol, Nadia Calvino, para a presidência do Eurogrupo em substituição de Mário Centeno.

"Entrámos na semana decisiva, estamos a falar com todos os colegas de Governos da Zona Euro. Estamos razoavelmente otimistas e gratos", disse o presidente do Governo espanhol.

Depois de Centeno, quem vai presidir o Eurogrupo?

Há três candidatos e a eleição tem lugar na reunião de 9 de julho. Mário Centeno deixa de ser presidente do Eurogrupo a 12 de julho.

Para o substituir no cargo há três candidatos na corrida.

NADIA CALVIÑO

Ministra espanhola da economia e vice-presidente do Governo de Pedro Sanchéz. Foi a primeira a avançar e há muito que se falava no interesse que tinha no cargo. A confirmar-se que tem o apoio de Berlim, pode mesmo ser a favorita.

PASCHAL DONOHOE

O irlandês avançou mesmo sem ter a certeza sobre a formação do novo Governo na República da Irlanda e a permanência como ministro das Finanças. Bem-visto entre os colegas, promete ser um construtor de “pontes” e consensos.

PIERRE GRAMEGNA

Um repetente no desafio, volta a tentar a cadeira que em 2017 perdeu para Centeno. Dos três candidatos, é o mais antigo no Eurogrupo e argumenta com a experiência de seis anos. Para vencer, terá de conseguir o apoio de pelo menos 10 países.