Economia

Jerónimo está pessimista com previsões de Bruxelas e recusa alimentar debate sobre fim dos debates

Secretário-geral do PCP diz que o Orçamento Suplementar é insuficiente.

Jerónimo de Sousa, durante uma visita a uma seara no Cadaval, mostrou-se pessimista em realção ao agravamento das previsões económicas de Bruxelas.

A somar ao pessimismo, o secretário-geral do PCP critica o orçamento suplementar aprovado na semana passada, dizendo que será insunficiente para as necessidades.

"Estas medidas de emergência que foram tomadas vão ficar aquém das necessidades."

Para Jerónimo de Sousa as medidas não chegam e podem até agravar ainda mais as previsões de Bruxelas.