Economia

Siza Vieira encontra-se com vários empresários. Ministro diz que há setores a dar sinais positivos

Previsões da Comissão Europeia apontam para queda do PIB de quase 10%.

A incerteza ainda é certa na economia e a previsão da Comissão Europeia, de que o Produto Interno Bruto pode sofrer uma quebra de 9,8 % este ano, não é animadora.

Pedro Siza Vieira acredita que há sinais positivos em alguns setores da economia. O ministro da Economia acredita que o pior já passou e garante que o Governo vai continuar a apoiar as empresas.

De visita a empresas na zona de Leiria, o ministro da Economia reuniu-se com vários empresários.

Siza Vieira e o horizonte da retoma económica em 2022

No parlamento, o ministro disse que não pode garantir que não haverá despedimentos coletivos, mas não nas empresas que tiveram apoios do Estado.

As previsões para a economia nacional não são boas. O ministro assume que era o que se esperava, quando o país sofreu uma "contração violentíssima na segunda quinzena de março e abril".

A atividade económica retoma, mas lentamente: "hesitante e moderada". Siza Vieira diz que não há que ter ilusões, será difícil.

"Nós vamos vendo o agravamento das perspetivas para este ano. Vamos continuando a manter a ideia, através de todas as projeções que acontecem, que 2022 será o ano em que retomaremos um nível de atividade económica como aquele que tivemos em 2019."