Economia

Bancos estarão a pressionar contabilistas a validarem falsas declarações

Tiago Petinga/LUSA

Para poderem aceder às linhas de crédito com garantia do Estado.

A denúncia foi feita na quarta-feira pela bastonária da Ordem dos Contabilistas Certificados, Paula Franco, na conferência semanal com os profissionais inscritos na ordem. Acusa os bancos de estarem a fazer pressão sobre os contabilistas para que validem falsas declarações.

Em causa estão declarações falsas de quebras de faturação acima de 40%, com vista ao acesso às linhas de crédito com garantia do Estado.

Ao Jornal de Negócios, a bastonária diz que vai apresentar provas ao Ministério Público. Considera ainda que a situação é "gravíssima" e que consiste num "crime público".

Veja a conferência semanal da Ordem dos Contabilistas Certificados

Associação Portuguesa de Bancos desconhece situação

Entretanto, a agência Lusa contactou a Associação Portuguesa de Bancos (APB), que assegurou desconhecer tais situações, afirmando que o setor se rege pela lei.

"A APB desconhece as situações identificadas pela Senhora Bastonária da Ordem dos Contabilistas Certificados, no entanto, gostaríamos de deixar claro que a atuação dos bancos se rege pelo cumprimento escrupuloso da lei", cita a Lusa.

A associação que representa o setor bancário adiantou também que "quaisquer condutas isoladas de colaboradores bancários" que se possam ter "eventualmente afastado das regras éticas e legais que norteiam a atuação dos bancos, serão certamente alvo de análise e aplicação das medidas adequadas, por parte das instituições".