Economia

Presidente do Fundo de Resolução: “Novo Banco parecia mais uma imobiliária do que um banco”

Em resposta a António Ramalho.

O Presidente do Fundo de Resolução diz que o antigo BES, então designado banco mau, mais parecia uma imobiliária que um banco anexo.

Um comentário de Luís Máximo dos Santos às declarações de António Ramalho, Presidente da instituição bancária, que na terça-feira disse, também no Parlamento, que herdou uma carteira de imóveis velha, má e ilegal.

O presidente do Fundo de Resolução, Máximo dos Santos, está a ser ouvido sobre as vendas de imóveis e créditos do Novo Banco e que têm impacto nas injeções de capital do Fundo de Resolução naquela instituição.

O Fundo de Resolução bancário, além de ter 25% do Novo Banco, é a entidade responsável pelas injeções de capital no banco, no âmbito do acordo feito em 2017 na venda de 75% da instituição financeira ao fundo de investimento norte-americano Lone Star.

Veja também: