Economia

Auditoria ao Novo Banco. Tribunal de Contas avalia ativos do banco

A SIC sabe que a auditoria à estabilidade do sistema financeiro vai analisar a forma como foi utilizado o dinheiro público injetado no banco.

Há duas semanas que a ideia de uma nova auditoria ao Novo Banco realizada por entidades públicas começou a ganhar expressão no poder político.

A SIC sabe que o Tribunal de Contas decidiu avaliar os ativos do Novo Banco sem esperar pela sugestão dos partidos. Ao que a SIC apurou, está em curso uma auditoria à estabilidade do sistema financeiro que vai analisar a forma como foi utilizado o dinheiro público injetado no Novo Banco.

Questionado sobre o assunto, o Tribunal de Contas diz que "incluiu no plano trienal 2020-2022 uma auditoria sobre a estabilidade do sistema financeiro".

Lembra ainda que já foi produzido um primeiro relatório com "observações sobre o Novo Banco e o Fundo de Resolução", publicado em julho no site do Tribunal de Contas.

Tudo isto ficou decidido muito antes de Catarina Martins sugerir uma nova auditoria ao Novo Banco realizada por três entidades públicas. O PCP concordou com a ideia e esta segunda-feira, em entrevista à SIC, Rui Rio também teve uma palavra a dizer.

Como entidade pública e independente, que não tem os recursos dos auditores privados, é o Tribunal de Contas que decide quando termina e publica as auditorias realizadas.