Economia

Parlamento aprova "período de nojo" de 3 anos entre a banca comercial e o Banco de Portugal

As propostas para que esta limitação também fosse para cargos políticos foram chumbadas.

O Parlamento aprovou uma nova limitação para quem é nomeado para o Banco de Portugal.

Vai passar a haver um período de nojo de três anos entre a banca comercial e a administração do supervisor. As propostas para que esta limitação também fosse para cargos políticos foram chumbadas.

As nomeações para o Banco de Portugal ficam assim sujeitas a novas regras, mas os políticos continuam a poder passar para o supervisor sem que haja um período de tempo entre as duas funções.

  • Covid-19. Conselho de Ministros anuncia hoje novas medidas

    Coronavírus

    Portugal resgista este sábado um novo máximo de internados em cuidados intensivos. O Conselho de Ministros está reunido e vai decretar "ações imediatas" de controlo da pandemia. O recolher obrigatório é uma das propostas do Governo. Os EUA continuam a ser o país mais afetado pela Covid-19. No Mundo há registo de mais de 45 milhões de infetados e 1,1 milhões de mortes.

    Ao Minuto

    SIC Notícias