Economia

Trabalhadores do Grupo Super Bock convocam greve para 10 de dezembro

Em causa está o despedimento de 16 funcionários precários.

Os trabalhadores do Grupo Super Bock convocaram uma greve e uma manifestação à porta da empresa para o dia 10 de dezembro.

Em causa está o despedimento de 16 funcionários precários e um alegado incumprimento de integração dos mesmos nos quadros da empresa. Estes 16 trabalhadores terminam contrato com a empresa no final de janeiro, mas desde segunda-feira que estão proibidos entrar ao serviço.

Em comunicado o Grupo Super Bock diz que face à pandemia foi obrigado a iniciar, em junho, um processo de reajustamento da sua estrutura. Afirma também que os 16 trabalhadores em causa pertencem a uma empresa prestadora de serviços.