Economia

CGTP insiste na subida do salário mínimo para os 850 euros

Defende que aumento é viável a curto prazo.

O Governo propõe 665 euros para o salário mínimo nacional, o que corresponde a um aumento de 30 euros.

No entanto, a CGTP defende 850 euros como o valor mínimo e diz que esse valor é viável no curto prazo.

Quanto ao plano de reestruturação da TAP, a CGTP defende uma negociação mais firme com a União Europeia. Pede ainda uma garantia dos postos de trabalho.

  • A árdua experiência com a sustentabilidade 

    Mundo

    E se alguém lhe dissesse que passaria a viver num quarto, com eletricidade apenas para pequenos utensílios domésticos, sem aquecimento central, ar condicionado ou água quente. Teria apenas três conjuntos de roupa, sem máquina de lavar ou secar, faria dieta local sem produtos de origem animal e não andaria de automóvel nem de avião?

    Opinião

    João Abegão