Economia

Empresas de stands quase paradas devido à pandemia pedem mais apoios ao Governo

Governo anunciou linha de crédito de 50 milhões de euros.

As empresas portuguesas que montam as feiras e exposições estão quase paradas por causa da pandemia.

O Governo anunciou apoios para o setor, como uma linha de crédito de 50 milhões de euros, mas os empresários dizem que são insuficientes.

Os empresários, que ponderam avançar para outras formas de luta, pedem que o Governo olhe para o setor que dizem ter um peso relevante na economia portuguesa, com uma faturação anual na ordem dos 700 milhões de euros.

O setor emprega cerca de 90 mil pessoas.

Veja também: