Economia

Desemprego em 2020. Algarve e Lisboa e Vale do Tejo são das regiões mais afetadas 

Quase 400 mil pessoas registadas no IEFP em novembro. 

O desemprego em Portugal disparou em 2020, naquela que foi uma das consequências da pandemia de covid-19. Até novembro, 398.287 pessoas estavam sem trabalho.

Os concelhos com maior subida ficam nas regiões de Lisboa e Vale do Tejo e do Algarve. Os concelhos mais afetados são Castro Marim e Odivelas, onde o número de desempregos mais do que duplicou. Faro, Loulé, Amadora e Albufeira também registaram subidas muito acentuadas.

Já em Vila Franca de Xira, Loures, Oeiras e Seixal, o número de desempregados aumentou menos, mas ainda assim foi uma subida significativa, entre os 50 e os 70%.

Ao todo, 34 concelhos registam uma subida de mais de 50% no desemprego.