Economia

Venda de automóveis com quebra de quase 34% em 2020, a maior quebra dos últimos seis anos

Segmento de luxo contrariou a tendência.

A venda de automóveis em 2020 teve uma quebra de 33,9%, face a 2019.

Em 2020 foram vendidos perto de 177 mil automóveis (176.992), menos 90 mil do que em 2019 (267.828).

A maior quebra foi registada nos veículos ligeiros: menos 35%, face ao ano anterior. Foram colocados em circulação cerca de 145 mil carros (145.417),
82% do total de vendas.

Nos ligeiros de mercadorias e nos veículos pesados, a redução foi de 28%.

As marcas do segmente de luxo foram as únicas que registaram um aumento nas vendas.

Desde 2014 que não havia números tão baixos na venda de automóveis.