Economia

Associação Portuguesa de Direito de Insolvência e Recuperação critica Plano Extraordinário de Viabilização de Empresas

Plano foi criado em novembro e até agora só uma empresa aderiu. 

O Plano Extraordinário de Viabilização pressupõe que as empresas reúnam com os credores que representam 50% da dívida e negoceiem um plano de pagamentos.

Paulo Valério, Presidente da Associação Portuguesa de Direito de Insolvência e Recuperação, diz que se o plano não for alterado uma das consequências pode ser o aumento do número de insolvências.