Economia

Air France passa a voar para Maputo em junho

Charles Platiau

O anúncio faz uma alusão aos projetos de exploração de gás natural no norte do país, o principal dos quais liderado pela petrolífera francesa Total.

A companhia aérea Air France vai incluir Maputo nas suas rotas, como extensão do voo entre Joanesburgo (África do Sul) e Paris, a partir de 20 de junho, anunciou em comunicado.

"Iremos adicionar Maputo à nossa rede a partir de junho", referiu o diretor-geral da Air France-KLM para a África Austral, Wouter Vermeulen, justificando a decisão com o facto de Moçambique "emergir como destino de negócios importante, devido às suas ricas reservas naturais de energia".

O anúncio faz uma alusão aos projetos de exploração de gás natural no norte do país, o principal dos quais liderado pela petrolífera francesa Total - que, no entanto, anunciou há duas semanas uma suspensão após um ataque armado provocar um número indeterminado de mortos em Palma, sede de distrito do projeto.

A companhia aérea refere que o turismo "também é um ativo importante de Moçambique que a Air France deve aproveitar".

A rota de Joanesburgo e Maputo será operada com aviões Boeing 777-300ER com cabines remodeladas.

Os voos a partir da capital francesa (aeroporto Charles de Gaulle) - Maputo serão feitos aos domingos e quintas-feiras e no sentido inverso às segundas e sextas-feiras.