Economia

Nissan constrói "fábrica gigante" de baterias no Reino Unido

Phil Noble

O investimento totaliza mil milhões de libras e gerará 6.200 empregos.

O fabricante de automóveis japonês anunciou esta quinta-feira planos para construir uma "fábrica gigante" de baterias no Reino Unido, perto da sua fábrica já existente em Sunderland, norte do país, onde irá fabricar um novo veículo elétrico.

O primeiro-ministro, Boris Johnson, chamou ao investimento pós-Brexit, que totaliza mil milhões de libras na maior fábrica europeia da Nissan e gerará 6.200 empregos, um "grande voto de confiança no Reino Unido".

O fornecedor de baterias da Nissan, a chinesa Envision AESC, vai investir 450 milhões de libras nesta fábrica, que funcionará com energia renovável e equipará 100.000 dos veículos elétricos do grupo por ano.

A Nissan planeia gastar até 423 milhões de libras num veículo totalmente elétrico, enquanto a Câmara Municipal de Sunderland completará o investimento com também um milhão de libras.

"Este é um dia histórico para a Nissan, os nossos parceiros, o Reino Unido e a indústria automóvel", disse o chefe de operações da Nissan, Ashwani Gupta.

A Nissan, que tinha avisado que um Brexit sem condições ameaçaria a existência da sua fábrica de Sunderland, que já existe há 35 anos, salientou que o novo projeto criaria 6.200 empregos no grupo e nos seus fornecedores do Reino Unido.