Economia

Greve na Rodoviária de Lisboa. Paralisação abrange mais de 600 trabalhadores

Os funcionários reivindicam melhores salários.

Esta sexta-feira, os trabalhadores da Rodoviária de Lisboa realizam uma greve de 24 horas, que abrange mais de 600 trabalhadores, de acordo com o sindicato independente.

Os funcionários reclamam um vencimento mais alto. Segundo o sindicalista João Casimiro, lembra que, atualmente, o ordenado médio de um trabalhador da RL é de cerca de 700 euros brutos, enquanto o ordenado mínimo nacional é de 665 euros.

O presidente do sindicato diz que a ação de protesto acontece depois de "várias tentativas", sem chegar a um entendimento com a administração da empresa. Contudo, refere, neste dia de greve os trabalhadores "assegurarão os serviços necessários à segurança e manutenção dos equipamentos e instalações" e, também, a "prestação dos serviços mínimos e indispensáveis à satisfação das necessidades da empresa".

A Rodoviária de Lisboa abrange os concelhos de Lisboa, Loures, Odivelas e Vila Franca de Xira.