Economia

Bruxelas congela proposta para criar imposto digital europeu

Yves Herman

Comissão Europeia argumenta que o entendimento global é prioritário.

A Comissão Europeia decidiu congelar a proposta para criar um imposto digital europeu.

A decisão foi tomada depois do acordo político do G20, no fim de semana, sobre o novo mecanismo para tributar as multinacionais.

Bruxelas argumenta que o entendimento global é prioritário e que está agora concentrada em finalizar esse acordo mundial para a taxação das grandes empresas, evitando que fujam aos impostos.

Por isso, decidiu suspender a proposta europeia que deveria ser apresentada antes das férias de verão. Uma decisão que deverá ser reavaliada no outono.

O ministro alemão das Finanças, Olaf Scholz, considera que a decisão de suspender para já um imposto europeu sobre o digital é um sinal de que o bloco está empenhado num acordo mais global.

O assunto está na mesa dos ministros das Finanças da União Europeia, que esta tarde se reuniram com a Secretária do Tesouro norte-americana.

Janet Jellen tem sido uma das vozes críticas à introdução de um imposto europeu sobre os gigantes do digital, considerando que discrimina as empresas norte-americanas.