Economia

China cria fundos para salvar empresas estatais endividadas

Já seis províncias chinesas asseguraram pelo menos 110 mil milhões de renmimbis, o equivalente a 14 mil milhões de euros, para fundos para salvar empresas estatais endividadas

Os governos regionais chineses estão a apressar-se para lançarem fundos de milhares de milhões para salvar empresas estatais em dívida, noticia o "Financial Times".

Já seis províncias chinesas comprometeram pelo menos 110 mil milhões de renmimbis (o equivalente a 14 mil milhões de euros) com os fundos desde o final de 2020.

Segundo jornal, uma "vaga" de incumprimento de obrigações abalou os investidores internacionais e afetou empresas como a Yongcheng Coal and Electricity Holding Group.

A empresa em causa, afetou toda a economia da província de Henan e deixou de pagar a alguns dos seus trabalhadores. "Toda a província sofreu economicamente porque uma única empresa pública não conseguiu pagar as obrigações a tempo", disse um funcionário do governo local.

As obrigações de dívida pública emitidas por empresas estatais totalizaram 119 mil milhões de renmimbis (15,5 mil milhões de euros) em 2020, o mais alto desde que a China começou a permitir que as empresas públicas entrassem em incumprimento em 2014.

Os incumprimentos têm preocupado os investidores, que anteriormente tinham assumido que as obrigações seriam apoiadas pelo Estado, escreveu o jornal.

  • "Quando estou com os avós sinto-me feliz"

    Desafios da Mente

    As investigações apontam que as crianças que têm avós envolvidos na prestação de cuidados podem ter melhores índices de saúde mental, como uma redução do risco de sintomas depressivos e de comportamentos desviantes, bem como melhor desenvolvimento cognitivo. Em Portugal, o Dia dos Avós celebra-se a 26 de julho. A data foi instituída pela Assembleia da República, em 2003.

    Mauro Paulino