Economia

Robinhood entra em bolsa com ações a 38 dólares

A plataforma de trading sem comissões, que esteve em destaque durante a 'guerra' centrada nas ações da GameStop, fixou o preço dos títulos no limite mínimo do intervalo definido antes da oferta pública inicial.

A Robinhood, plataforma de compra e venda de ações e outros ativos sem comissões que esteve no olho do furacão durante o fenómeno GameStop, vai começar a cotar esta quinta-feira no Nasdaq a 38 dólares (32 euros) por ação.

O valor fixado está no limite mínimo do intervalo definido pela empresa norte-americana, entre os 38 dólares e os 42 dólares (36 euros) e avalia a empresa em cerca de 32 mil milhões de dólares (27 mil milhões de euros).

Segundo a CNBC, a empresa angariou na oferta pública inicial 2 mil milhões de dólares (1,7 mil milhões de euros) através da emissão de 52,4 milhões de ações.

A aplicação da Robinhood é um caso de sucesso nas faixas etárias mais jovens, possibilitando uma entrada mais fácil na negociação de ativos, incluindo criptomoedas.

A Robinhood esteve em destaque em janeiro quando possibilitou em grande parte o ataque às posições curtas feito pela comunidade do fórum digital Reddit r/wallstreetbets.

A intervenção, que afetou principalmente ações com forte potencial de queda pela natureza dos próprios negócios, teve o seu símbolo na cotada GameStop, uma retalhista de jogos em declínio.

Os membros do citado quadro de debate do agregador de conteúdos Reddit fizeram com que o valor do título, que negociava até janeiro em intervalos de preço curtos, disparasse mais de 1600%. Isto obrigou a que grandes hedge funds como o Melvin Capital Management, que até aí apostavam de forma maciça na queda dos títulos, cobrissem rapidamente as posições, assumindo volumosas perdas.