Economia

UGT preocupada com 300 trabalhadores da Dielmar

Carlos Silva garante que o Governo ficou surpreendido com o pedido de insolvência.

A União Geral de Trabalhadores (UGT) foi recebida esta tarde pelo Presidente da República. No final da audiência, o secretário-geral, Carlos Silva, afirmou que o Governo foi apanhado de surpresa pelo pedido de insolvência da Dielmar e mostrou-se preocupado com os 300 trabalhadores.

A Dielmar acumulou dívidas ao Estado, à banca e aos fornecedores. A empresa, localizada em Alcains, Castelo Branco, ILVdeve 8 milhões a entidades públicas, mais de seis milhões à banca, dois milhões e meio a vários fornecedores e, ainda, um milhão e setecentos mil euros à Segurança Social.

O ministro da Economia garante que os problemas ganharam volume na última década. Até meio do ano passado, a Dielmar faturou 700.000euros contra os cinco milhões no mesmo período de 2019.