Economia

Revelados os vencedores dos Prémios Primus Inter Pares

Prémios reconhecem o talento jovem na área económica e financeira.

Realizou-se a entrega dos Prémios Primus Inter Pares, que são oferecidos pelo mérito de jovens na área económica e financeira.

Depois de uma pausa de um ano forçada pela pandemia, os prémios voltaram a ser entregues, entregues pelo mérito em tópicos como Economia, Finanças e Gestão, àqueles que querem ser os líderes do futuro.

"Este top-5 era incrível e honestamente não estava à espera, estou mesmo surpreendida, estou muito contente, muito entusiasmada, a oportunidade de fazer o MBA é incrível. O futuro vai ser uma altura de mudança super rápida e é essencial que nos adaptemos à mudança constante que vai acontecer por causa da tecnologia, aos novos desafios éticos que vão surgir com essas alterações, aos grandes desafios climáticos e sociais e os líderes vão ter que ter resposta para isto. São problemas para os quais é muito difícil responder", diz Catarina Ferreira, vencedora do prémio.

Catarina era única mulher no leque de finalistas.

Ganhou o primeiro prémio, um MBA, uma pós-graduação em Administração e Negócios numa universidade de renome.

Os organizadores destacam a excelência desta edição.

"Todos eles são muito bons, todos eles têm muito para dar e em Portugal precisamos de pessoas que puxem para cima e que rejeitem a mediocridade e o alinhar por baixo, e eles são exemplos disso e vão dar muito ao país", refere o presidente do Grupo Impresa, Francisco Pinto Balsemão.

"Olhamos para a vida para além das notas", acrescenta o CEO do Santander Portugal, Pedro Castro de Almeida.

A iniciativa conjunta do Expresso e do Santander realiza-se há dezoito anos e ficou a promessa de que tudo o que valorize o mérito, será para manter.