Economia

Brinquedos. Fabricante da Barbie aumentou os preços e as vendas subiram

O fabricante de brinquedos Mattel viu as suas vendas crescerem 8% para 1,8 mil milhões de dólares. Aumento do preço da resina levou a um aumento de preços dos produtos, mas os pais continuam a gastar dinheiro com os filhos.

O "gigante" dos brinquedos Mattel aumentou os seus preços após a subida dos custos de transporte e das matérias-primas. Porém, apesar do aumento, o fabricante de brinquedos considera que a procura não foi afetada, informa a BBC.

O fabricante das bonecas Barbie ou dos carros Hot Wheels, entre outros, viu as suas vendas crescerem 8% para 1,8 mil milhões de dólares (cerca de 1,5 mil milhões de euros à taxa de câmbio atual) no terceiro trimestre e espera agora uma época natalícia forte.

A Mattel, tal como diversas empresas de vários setores, foi afetada por cortes no fornecimento, segundo explicou à estação televisiva o presidente executivo, Ynon Kreiz.

Além do aumento do preço da resina - importante material para o plástico dos brinquedos - significou também aumento de preços para os consumidores. Porém, o responsável recusou-se a dizer ao certo qual a percentagem do aumento, explicando que apesar do aumento os pais continuam a gastar dinheiro com os seus filhos.

Mas também avisou que, se necessário, os preços continuariam a aumentar para "compensar o impacto da inflação no negócio".

  • Esqueçam o atrás...

    Tenham noção

    O recado de Rodrigo Guedes de Carvalho sobre redundâncias. Tenham noção que dizer ou escrever "há cinco anos atrás", "subir para cima" ou "descer para baixo" é desnecessário.

    SIC Notícias