Economia

Cerca de 133 trabalhadores da Central de Cervejas e Bebidas em greve

Paralisação surge contra o despedimento coletivo de 41 trabalhadores anunciado pela empresa.

Os 133 trabalhadores da Central de Cervejas e Bebidas estão, esta quinta-feira, em greve. O valor corresponde a 24% dos colaboradores que trabalham na Cervejeira de Vialonga.

A paralisação surge contra o despedimento coletivo de 41 trabalhadores anunciado pela empresa que é agora detida pela holandesa Heineken.

Os trabalhadores em protesto concentram-se, esta manhã, à porta da sede da empresa em Vialonga, no concelho de Vila Franca de Xira.