Economia

Vendas de ar condicionado disparam em Portugal e mercado cresce 8% em 2021

Vendas de ar condicionado disparam em Portugal e mercado cresce 8% em 2021
Mercado de ar condicionado português vale agora 200 milhões de euros.

O mercado português de ar condicionado cresceu mais de 8% em 2021 para 200 milhões de euros, segundo dados da Informa D&B divulgados esta sexta-feira.

"O mercado português cresceu 8,1%, valendo agora 200 milhões de euros", indicou, em comunicado. Já as importações de ar condicionado, em Portugal, avançaram 21,8%. Entre os principais mercados de origem estão Espanha (27%), China (25%) e Tailândia (11%).Por sua vez, as vendas em Espanha aumentaram, neste período, 10% para 1.150 milhões de euros, enquanto as compras ao exterior progrediram 8,1%, com a maioria proveniente da China (66%) e da Itália (10%).

No total, o mercado ibérico de equipamentos de ar condicionado fixou-se, em 2021, nos 1.350 milhões de euros, um ganho de 9,8% face ao ano anterior. "A recuperação do último ano segue-se a uma queda também de quase 10% verificada em 2020. Para o ano de 2022 é esperado um acréscimo em valor deste mercado, ultrapassando já os montantes que se registavam antes da pandemia", apontou. Contudo, de acordo com a Informa D&B, este mercado irá enfrentar dificuldades como o aumento dos custos operacionais, desajustes nas cadeias de abastecimento, escassez de microships, perda do poder de compra e agravamento da economia face à guerra na Ucrânia.

O mercado ibérico de equipamentos de ar condicionado conta com 75 empresas, 45 em Espanha e 30 em Portugal. A base de dados da Informa D&B serve mais de 450.000 utilizadores, 95% das entidades bancárias, 45% das grandes empresas e 21% das pequenas e médias empresas. Estes clientes consultam, anualmente, mais de três milhões de relatórios sobre empresas. A D&B está integrada na rede de informação empresarial D&B Worldwide Network.

Últimas Notícias
Mais Vistos