Economia

Ministro do Ambiente vai apresentar medidas para mitigar aumentos do gás

Loading...
As medidas serão apresentadas esta quinta-feira.

O Ministério do Ambiente vai apresentar esta quinta-feira soluções para os consumidores mitigarem os aumentos do gás anunciados, na quarta-feira, pela EDP e pela Galp, disse à Lusa fonte oficial do ministério.

As medidas serão apresentadas pelo ministro do Ambiente e da Ação Climática numa conferência de imprensa à tarde no Ministério, em Lisboa. As soluções encontradas para os consumidores fazerem face ao aumento do gás anunciado surgem de um trabalho conjunto com a ERSE (Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos), acrescentou a mesma fonte.

A EDP Comercial disse, esta quarta-feira, à Lusa que vai aumentar o preço do gás às famílias em média em 30 euros mensais, a partir de outubro, devido à escalada de preços nos mercados internacionais e após um ano sem atualizações.

Segundo a presidente executiva da EDP Comercial, Vera Pinto Pereira, a esse valor acrescem ainda "cinco a sete euros de taxas e impostos".

A EDP Comercial justificou a decisão com a escalada de preços do gás nos mercados internacionais, nos últimos meses, uma situação que foi agravada pela guerra na Ucrânia e as restrições ao abastecimento de gás russo, o que fez também aumentar o preço em outros mercados, como, por exemplo, no gás proveniente da Argélia.

Pouco depois deste anúncio, também a Galp fez saber que vai aumentar os preços do gás natural em outubro, num "valor a indicar brevemente".

Em declarações à Lusa, fonte oficial da companhia, apontou a "volatilidade" e aumento do custo como razões para a atualização.

A Galp tinha atualizado o preço do gás natural em 1 de julho, com um aumento de cerca de 3,60 euros para o escalão mais representativo.

Últimas Notícias
Mais Vistos