Economia

Poupança na conta da luz? Não deve ir além de 1,5 euros

Loading...
IVA da eletricidade passa de 13% a 6% nos primeiros 100 kWh.

Na Energia, os consumidores vão poder voltar ao mercado regulado do gás, vai manter-se o corte no imposto sobre os combustíveis e o IVA de parte do consumo de eletricidade passa para a taxa mínima.

De acordo com as contas feitas pela SIC, a poupança na conta da luz dificilmente deve ultrapassar 1,5 euros por mês, uma vez que o IVA a 6% só vai incidir nos primeiros 100 kWh de consumo.

De acordo com a simulação da ERSE, uma família com dois filhos gasta quatro vezes mais do que os tais 100 kWh em que o governo quer aplicar 6% de IVA. Uma medida que ainda tem de ser discutida no Parlamento.

Já, no gás, com o preço a triplicar, vai ser possível regressar ao mercado regulado e o Governo promete uma poupança de 10% na fatura. Não será preciso fazer uma nova inspeção e a mudança para o mercado regulado será gratuita.

A medida entra em vigor em 1 de outubro, mas os consumidores podem mudar já nos próximos dias, assim que o despacho for publicado em Diário da República.

As pessoas interessadas em alterar o seu contrato têm de procurar o Comercializador de Último Recurso - que será obrigado a fazer contratos online. A lista está no site da ERSE, entidade reguladora do setor energético.

Nos combustíveis, o Executivo vai manter o corte no imposto, o ISP, que garante menos 30 cêntimos por litro, uma poupança média de 15 euros em cada depósito de 50 litros. A medida fica em vigor pelo menos até ao final do ano.

Últimas Notícias
Mais Vistos