Economia

Governo anuncia medidas de poupança energética para o inverno

Loading...
Em alguns setores do comércio será difícil aplicar as medidas recomendadas.
Numa pastelaria, é preciso eletricidade para iluminar o espaço, para o ar condicionado, as vitrinas, para as câmaras frigoríficas e acima de tudo para os fornos. Uma lista imensa de equipamentos a consumir energia, onde será difícil fazer poupanças.
Reduzir o consumo energético é o que se pretende com o Plano de Poupança de Energia 2022/2023, publicado nesta terça-feira em Diário da República.
O Plano avançado pelo Governo define medidas, umas recomendadas, outras obrigatórias, para baixar o consumo de energia no setor público e no privado, desde a indústria, serviços, cidadãos e comércio.
Na restauração não é possível aplicar o teletrabalho, uma das principais recomendações do plano de poupança.
O apelo do Governo é para os casos em que ficar em casa permite reduzir o gasto energético.
O documento decreta ainda que, nos edifícios, deve ser desligada a iluminação decorativa interior a partir das 22:00 no inverno. No exterior a partir da meia-noite.
Para o ar condicionado deve estar no máximo de 18 graus no verão e 25 no inverno.
E, as medidas visam ainda as iluminações de Natal. Só devem estar acesas das 18:00 às 00:00, e apenas entre 6 de dezembro e 6 de janeiro.
Últimas Notícias