Economia

Livre alerta que recessão económica é um cenário possível no país

Loading...

"Nós não queremos que seja a recessão a fazer o trabalho de casa do Governo"

O Livre alertou esta sexta-feira que o risco de recessão económica é um cenário possível no país.

"Nós não queremos que seja a recessão a fazer o trabalho de casa do Governo, por exemplo em termos do aumento dos salários na proporção do PIB", disse o deputado único Rui Tavares.

Questionado pelos jornalistas, o deputado não quis adiantar valores que tenham sido detalhados pelo executivo na reunião sobre o cenário macroeconómico, dizendo apenas que o Governo "aceita que há um abrandamento no crescimento e continua a excluir um cenário de recessão".

O Livre foi o primeiro partido a ser recebido pelo Governo, que esta sexta-feira apresenta aos partidos o cenário macroeconómico que servirá de base à proposta do Executivo de Orçamento do Estado para 2023.

Livre espera que Governo não tente fazer "brilharete" com o défice "à custa das pessoas"

O Livre considerou ainda que será um "enorme erro" se o Governo quiser fazer "um brilharete" ao superar a meta de 1,9% do défice previsto até ao final do ano, "à custa da vida das pessoas".

Tem havido o mau hábito, e mau hábito em períodos de crise, de tentar fazer um brilharete com o que no fundo é a vida das pessoas e tentar sempre superar a meta do défice e ir para um défice menor do que foi apresentado como maneira de acalmar os mercados internacionais, mas por cima da vida das pessoas. O Livre considera que isso seria um enorme, um trágico erro neste exercício orçamental que está a decorrer".

Rui Tavares confirmou que o Governo mantém o objetivo de 1,9% do défice para o exercício orçamental de 2022, mas deixou o aviso ao executivo de que "ter uma almofada e poder ajudar as pessoas num dos momentos mais difíceis das últimas décadas e não as ajudar seria um grande erro".

Quanto a eventuais negociações com o Governo sobre a proposta orçamental, Tavares sublinhou: "A maneira como abordaremos a discussão do Orçamento para 2023 depende muito da maneira como vemos as medidas que foram aprovadas conjuntamente para 2022 serem levadas a sério".

A proposta do Governo para o Orçamento do Estado para 2023 vai ser entregue na próxima segunda-feira, dia 10.

Últimas Notícias
Mais Vistos