Economia

Bloco de Esquerda propõe um passe nacional de transportes a nove euros

Loading...

Partido defende que medida ajudará as famílias face ao aumento do custo de vida.

A coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, critica a falta de respostas do Governo para a crise dos transportes públicos e anuncia a primeira proposta do partido para o Orçamento de Estado.

O BE propõe passes municipais, metropolitanos ou para deslocações mais distantes a nove euros, medida que o partido acredita que ajudará as famílias face ao aumento do custo de vida.

À Lusa, Pedro Filipe Soares, líder parlamentar, afirmou que esta proposta do BE "parte de duas experiências para a construção de uma solução com futuro", a redução do preço dos passes nas áreas metropolitanas de Lisboa e Porto, atualmente com um custo de 30 ou 40 euros, e a medida adotada pela Alemanha de colocar "um passe nacional para transportes de proximidade e longa distância a nove euros".

O partido quer que a medida esteja disponível para todos, "independentemente da idade, independentemente se está no ativo ou não e da localização geográfica", mesmo para aqueles que atualmente não têm "direito a passes porque fazem deslocações mais longas em modalidades que atualmente não existem".

No entanto, esta medida não visa substituir "outras ofertas mais benéficas", como os passes gratuitos para certos segmentos etários já oferecidos em alguns municípios, ressalvou Pedro Filipe Soares.

O Governo entrega na segunda-feira a sua proposta de Orçamento do Estado para 2023, que vai ser debatida na generalidade no parlamento dia 26 e 27 de outubro. A votação final global do diploma está marcada para 25 de novembro.

Últimas Notícias