Economia

Economia vai abrandar (ainda mais), avisa Comissão Europeia

Loading...
Bruxelas pede aos governos que sejam prudentes nas medidas orçamentais.

A Comissão Europeia avisa para uma desaceleração ainda maior da economia e pede aos governos que sejam prudentes nas medidas orçamentais.
Bruxelas não quer falar de recessão, mas para já também não afasta esse cenário.

A poucos dias de anunciar as previsões económicas de outono, a Comissão Europeia deixa um aviso: "Vai indicar um maior enfraquecimento da economia e confirmar a inflação elevada".

Num dia em que os ministros apresentam os orçamentos nacionais aos colegas do Euro, a Comissão pede aos governos que não atrapalhem o trabalho do Banco Central Europeu, que vai continuar a subir as taxas de juro para fazer descer a inflação.

Já Fernando Medina diz que é preciso coordenação.

Mas para Dombrovskis a palavra-chave é mesmo prudência e pede aos governos que ponham
travão nos estímulos económicos.

Fernando Medina mostra-se confiante no trabalho de casa.

As previsões económicas saem sexta-feira e, até ao final do mês, a Comissão deverá avaliar também o orçamento português.

Últimas Notícias