Economia

Greve dos pilotos das barras marítimas com grande impacto no tráfego marítimo

Loading...

Exigem que o Governo cumpra o acordo assinado em 2019, que permite a reforma aos 60 anos.

Os pilotos das barras marítimas estão de novo em greve, durante dois dias, para exigir que o Governo cumpra o acordo assinado em 2019, que permite a reforma aos 60 anos.

A adesão ao protesto está a ser total e está a ter um grande impacto no tráfego marítimo. Em todo o país há pouco mais de 100 pilotos das barras marítimas.

Os sindicatos apontam o dedo ao Governo, que dizem que estão esgotadas todas as vias de negociação depois de, em setembro, terem recebido mais um sinal vermelho do executivo.

Isabel Camarinha, da CGTP, explica que estes pilotos são “trabalhadores altamente especializados que colocam em risco a sua segurança e integridade física todos e a quem não é reconhecida esta necessidade de antecipação da idade da reforma".

Os pilotos de barra são profissionais marítimos certificados conhecedores do terreno, que garantem assessoria aos comandantes dos navios para manobras de entrada, saída e movimentos das diversas embarcações dentro dos portos portugueses.

Últimas Notícias
Mais Vistos