Wikileaks

Defesa de Assange garante que cliente está disposto a cooperar com a Justiça sueca

Defesa de Assange garante que cliente está disposto a cooperar com a Justiça sueca

Defende ainda que a prioridade continua a ser evitar a extradição para os EUA.

A defesa do fundador do WikiLeaks diz que o cliente está disposto a cooperar com as autoridades suecas, caso reabram o processo de agressão sexual.

A prioridade da equipa de advogados de Julian Assange é evitar a extradição para os Estados Unidos, pedido que a Justiça britânica avalia já no início de maio.

  • Há quem espere mais de um ano para conseguir vaga no SEF
    5:06
  • “Este despacho não é sobre casas de banho, é sobre pessoas”
    13:47