Abusos na Igreja Católica

Menor diz que relacionamento sexual com padre de Monção era consentido

Loading...

O padre de 40 anos foi afastado das funções sacerdotais e o caso já chegou ao Ministério Público.

A diocese de Viana do Castelo suspendeu um padre de Monção, depois de ter confirmado abuso sexual de um menor. A alegada vítima garante que havia total consentimento entre as partes. O caso foi entregue ao Ministério Público e às autoridades canónicas competentes.

O relacionamento de cariz sexual entre o padre André Gonçalves, de 40 anos, e um menor prolongou-se durante 2022.

A denúncia chegou à diocese de Viana do Castelo na sexta-feira e, quando confrontados, ambos confessaram a relação.

O jovem garante que houve total consentimento e rejeita que a diocese se refira ao caso como um abuso sexual de menor.

O padre João Basto, diretor de comunicação da diocese de Viana do Castelo, explica que o conceito de consentimento não se aplica à luz do direito canónico.

A diocese garante que o relacionamento ocorreu fora da esfera religiosa.

O padre André foi afastado de todas as funções sacerdotais na segunda-feira e o caso já foi encaminhado para o Ministério Público.

Últimas Notícias
Mais Vistos