Acidente na Madeira

Marcelo na Madeira para homenagear vítimas do acidente

Continuam internados 16 feridos no acidente com autocarro de turismo.

Os 16 feridos que ainda se encontram internados, na sequência do acidente ocorrido com o autocarro turístico na Madeira, na quarta-feira, não vão ser transferidos hoje para a Alemanha, informou fonte do hospital do Funchal. O acidente de quarta-feira, no Caniço, concelho de Santa Cruz, provocou 29 mortos, todos de nacionalidade alemã.

Marcelo Rebelo de Sousa deslocou-se hoje à Madeira para prestar homenagem às vítimas do acidente com um autocarro de turismo. O repórter Diogo Torres acompanhou as primeiras declarações do Presidente da República, pouco depois da chegada à Madeira.

Miguel Reis, adjunto da direção clínica do hospital do Funchal, disse, em conferência de imprensa, que o estado clínico destes 16 feridos é “estável” e apresenta uma “evolução favorável”.

As equipas médicas do hospital do Funchal e clínicos alemães que estão na Madeira a acompanhar a situação das vítimas do acidente com o autocarro ocorrido na quarta-feira, estiveram durante a noite e madrugada a “avaliar a situação clínica individual de cada paciente”.

“Oito vítimas estão internadas na Ortopedia, duas na Unidade de Cuidados Intensivos, quatro na Unidade de Cuidados Intermédios Cirúrgicos e duas no serviço Cardiotorácico”, adiantou.

HOMEM GOUVEIA/ LUSA

Questionado sobre a transferência de feridos para a Alemanha, o médico assegurou que “não ocorrerá durante o dia de hoje”, adiantando que, “a acontecer, não será por critérios clínicos, mas por vontade dos próprios”.

Segundo Miguel Reis, “não há nenhum critério clínico que justifique a transferência destes doentes para a Alemanha. Isto foi assumido por nós e pela equipa médica [alemã] que está cá no hospital”.

O médico adiantou que, “além da escolha e vontade própria do doente, existem questões médico-legais que não dependem do hospital”, sem especificar.

Por seu turno, a presidente do conselho administrativo do Serviço Regional de Saúde (Sesaram), Tomásia Alves, afirmou que ainda não chegou à Madeira o avião ambulância que poderá transportar os feridos para a ALemanha.

Das 28 vítimas que dera entrada no hospital na sequência do acidente, 11 já tiveram alta, uma faleceu e 16 continuam internadas. Dos 16 feridos que estão internados, 14 são de nacionalidade alemã e dois portugueses.

Os ministros dos Negócios Estrangeiros alemão e português deslocaram-se esta quinta-feira à Madeira.

Com Lusa

  • Carro de Santana Lopes não tinha seguro?
    1:44