Assalto em Tancos

Versão final do relatório de Tancos deve ser aprovada pelos deputados

Versão final do relatório de Tancos deve ser aprovada pelos deputados

Documento é votado esta quarta-feira.

O relatório da comissão de inquérito sobre o furto de Tancos conclui que não ficou provado que tivesse havido interferência política no caso. Durante a discussão das propostas de alteração, o CDS voltou a acusar o primeiro-ministro de ter faltado à verdade. O PS respondeu a dizer que a declaração dos centristas era repugnante.

A comissão decidiu ainda propor ao Governo que o diretor geral da Polícia Judiciária Militar possa ser um civil ou militar, desde que tenha formação na área da investigação criminal, o que até agora não acontecia.