Eleições Autárquicas

Pedro Santana Lopes vence na Figueira da Foz por 619 votos

Luís Bernardino

Luís Bernardino

Repórter de Imagem

Candidato rejeitado pelo PSD admite que o resultado eleitoral é uma "chapada de luva branca" a Rui Rio.

Pedro Santana Lopes venceu na Figueira da Foz sem maioria absoluta. Teve uma diferença de apenas 619 votos em relação ao PS. Rejeitado pelo PSD, Santana admite que o resultado é uma chapada de luva branca a Rui Rio.

20 anos depois de ter deixado a câmara da Figueira da Foz, Santana festeja o regresso. Foi eleito pela primeira, e única, vez em 1997. Uma vez conquistada a presidência do município, chegou a hora de abrir o jogo sobre o que foram as negociações com o PSD para as autárquicas.

O discurso de vitória só aconteceu à 01:00. Até essa altura, o PS esteve sempre à frente nos números oficiais. No final, Santana perdeu a Assembleia Municipal e só ganhou duas das 14 freguesias. A Câmara foi conquistada ao PS por uma diferença de 619 votos.

O movimento independente Figueira A Primeira elegeu quatro vereadores, o PS outros quatro e o PSD um.

► Saiba tudo o que se passou na noite das Autárquicas

► Veja mais: