Benfica Campeão 2018/2019

Uma noite pintada de vermelho

JOSÉ SENA GOULÃO

Os momentos que marcaram a conquista do título de campeão nacional de futebol pelo Benfica

O Benfica conquistou este sábado o 37.º título de campeão português de futebol, ao golear em casa o Santa Clara por 4-1, em jogo da 34.ª e última jornada.

Os encarnados chegaram à goleada com golos do suíço Seferovic, aos 16 e 56 minutos, que confirmou o estatuto de melhor marcador da competição, ao somar 23, de João Félix, aos 23 e Rafa, aos 39, enquanto César reduziu para os açorianos, aos 59.

Com este triunfo, o Benfica assegurou o primeiro lugar, com 87 pontos, enquanto o Santa Clara terminou a competição no oitavo posto, com 42.

As imagens da goleada do Benfica

"O Benfica foi um gajo com uns tomates muito fortes"

Luís Filipe Vieira, presidente do clube, foi ao balneário agradecer aos jogadores e a Bruno Lage. Durante o discurso, anunciou que o prémio pela conquista do título português de futebol será duplicado, afirmando que foi um homem "com uns tomates muito grandes" para tomar algumas decisões ao longo da época.

"Todos sabem o que se passou ao longo da época, somos todos campeões, mas existem coisas que é importante reforçar. Fomos uma verdadeira família, mesmo nas horas adversas, com decisões muito difíceis".

O delírio no balneário do Benfica

“Que esta seja a reconquista do bom futebol e das boas maneiras”

O treinador do Benfica descreve um sentimento de felicidade pela equipa ter feito uma época com entrega e atitude.

Agradece ao presidente, Luís Filipe Vieira, pela aposta que tem feito nos jovens treinadores portugueses e pelo apoio fundamental para viver o campeonato de forma tranquila. Lage fala ainda na família, com agradecimentos especiais à mulher, filho e pai, também ele treinador.

Fala numa época extraordinária e que, por essa razão, ficará na história do futebol português.

Quinto título em seis anos

Depois do inédito 'tetra', entre 2013/14 e 2016/17, e de ter falhado o 'penta', em 2017/18, o Benfica selou o quinto título em seis anos, registo que não conseguia desde os anos 70 do século passado.

Em 19 jogos com Bruno Lage, o Benfica somou 18 vitórias, a última, na receção ao Santa Clara (4-1), e apenas um empate - em casa, face ao Belenenses (2-2), ao oferecer dois golos quando vencia por 2-0 -, selando o '37' na derradeira jornada.

Com a conquista de 2018/19, o conjunto da Luz passa também a ter maioria na última década, com seis triunfos contra quatro do FC Porto, desde 2009/10, e a somar mais nove títulos do que os 'dragões' e 19 face ao Sporting, que chegou aos 18 em 2001/02 e parou. Desde 2002/03, só 'dá' Benfica ou FC Porto.

O capitão do Benfica Jardel ergueu o 37.º troféu de campeão de futebol no centro do relvado do Estádio da Luz, em Lisboa, após recebê-la das mãos dos antigos futebolistas do clube Luisão e Shéu.

A taça referente à edição 2018/19 da I Liga portuguesa de futebol foi entregue pelo presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, Pedro Proença, ao presidente do clube, Luís Filipe Vieira, que a partilhou com Luisão e Shéu.

Depois de Jardel erguer o troféu, este passou pelas mãos dos restantes elementos do plantel, que continuaram os festejos no relvado 'encarnado', celebrando com os cerca de 60 mil espetadores presentes no recinto.

A Reconquista, por Bruno Lage

A história da caminhada triunfal do Benfica rumo ao título e a contribuição fundamental do homem que a guiou.

Chegar, ver e vencer: uma máxima tantas vezes usada mas que encaixa na perfeição na relação entre o treinador Bruno Lage e um grotesco desafio chamado Benfica.

JOSÉ SENA GOULÃO

Sem temores nem tremores, o técnico afirmou-se e afirmou a equipa no panorama competitivo, recolocando-a no patamar traçado no início da temporada.

Bastaram cinco meses a Bruno Lage para devolver os encarnados à rota das vitórias e, mais importante que isso, dos títulos. O Benfica é o novo campeão nacional e uma grande percentagem de mérito nessa conquista vai para o homem do leme.

Os 29 novos campeões nacionais

Um a um, fazemos o retrato dos 29 jogadores que, com mais ou menos minutos de águia ao peito, ajudaram a construir e a contar a história do 37.º título nacional do Benfica.

Os campeões vão ser recebido na Câmara Municipal de Lisboa na segunda-feira, às 18:00, dois dias após ter conquistado o 37.º título de campeão nacional de futebol, anunciou a autarquia no Twitter.


"Os novos campeões nacionais serão recebidos nos Paços do Concelho, segunda-feira, 20 de maio, às 18:00'".

A Câmara Municipal de Lisboa felicitou ainda o clube 'encarnado' pela conquista do campeonato nacional masculino e da Taça de Portugal de futebol de feminino.

Mar vermelho e branco invade ruas em festa

Milhares de adeptos rumaram à Praça Marquês de Pombal, em Lisboa, para festejar o título. Mas a festa fez-se por todo o país, de norte a sul.

Depois de algumas atuações musicais que serviram para aquecer o ambiente até à chegada do autocarro especial para a festa do título, os adeptos não pouparam nas celebrações.

Entre cântigos e gritos de vitória, o Presidente do Benfica voltou a discursar.

Agradeceu à equipa e a Bruno Lage, que considera um “grande profissional”. Destacou ainda os jogadores formados no Seixal e dedicou o título a toda a lusofonia. No final do discurso, deixou uma promessa.

“Este foi o ano da reconquista do nosso orgulho, da nossa autoestima e do nosso título”

Durante os festejos do título de campeão nacional, Bruno Lage também teve oportunidade de agarrar no microfone, pedindo aos adeptos benfiquistas para aplaudirem Jonas, que apelidou de "homem da repsol".

Jonas participou num episódio de apanhados onde surpreendia os adeptos que abasteciam os carros na bomba de combustível.

A reconquista em 1:52 minutos

Com Lusa