Brexit

Trabalhistas prometem fazer tudo para travar saída sem acordo

Henry Nicholls

O líder do Partido Trabalhista britânico promete fazer "tudo o que seja necessário" para evitar uma saída do Reino Unido da União Europeia sem um acordo.

O líder do Partido Trabalhista britânico, Jeremy Corbyn, prometeu hoje que a sua formação fará "tudo o que seja necessário" para evitar uma saída do Reino Unido da União Europeia (UE), 'Brexit', sem um acordo.


Falando na localidade de Corby, o político acusou os conservadores de "terem fracassado" na sua gestão do 'Brexit', marcado para 31 de outubro, considerando que devido a isso todo o país "avança para uma tempestade política e constitucional".


Corbyn disse que o primeiro-ministro, o conservador Boris Johnson, está a conduzir o Reino Unido para "a beira do precipício" ao tentar um "divórcio" abrupto do bloco europeu.


"Sejamos claros. Nós (os trabalhistas) faremos tudo o que seja necessário para travar um desastroso 'Brexit' sem acordo, para o qual este governo não tem legitimidade", declarou.


Segundo o líder trabalhista, o governo pretende aproveitar-se da falta de acordo com a UE para "criar um paraíso fiscal para os super-ricos às portas da Europa e assinar um acordo comercial com (o Presidente norte-americano) Donald Trump".


Assinalou não ter "quaisquer dúvidas" que uma saída sem acordo "destruirá" empregos e abrirá caminho para que empresas de saúde dos Estados Unidos comprem o sistema público de saúde britânico (NHS), advertindo que este "não está à venda".


Corbyn confirmou os seus planos para promover uma moção de censura ao governo de Johnson e, caso esta passe, de convocar eleições para dar aos cidadãos britânicos uma oportunidade de decidirem.

Lusa