Brexit

Dois dias depois do Brexit, Reino Unido poderá enfrentar novo divórcio

Escócia anuncia que quer regressar à União Europeia como nação independente.

Dois dias depois do Reino Unido ter abandonado a União Europeia (UE), o país poderá estar à beira de um segundo divórcio. A Escócia espera regressar à UE como uma nação independente.

O referendo de 2016 que levou ao Brexit foi contra a vontade dos escoceses. E depois da separação oficial, a primeira-ministra escocesa escreveu, numa carta aberta, a intenção de voltar à união.

Nicola Sturgeon reafirmou a sua determinação em realizar um novo referendo sobre a independência escocesa. A decisão cabe ao primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, que é contra este projeto.

A aposta do Governo da Escócia reside numa vitória do Partido Nacional Escocês nas eleições que está agendada para maio, o que aumentaria a pressão sobre Londres para aceitar uma nova consulta.

Fora isso, os cidadãos britânicos não sentiram qualquer mudança aparente no dia-a-dia. Ainda assim, o Brexit pode ter impacto nos mais de três milhões de cidadãos da União Europeia que vivem no Reino Unido.

  • 14:54