Cardeal Antonio Tagle

Os populismos crescentes "não são apenas um problema europeu"

Os populismos crescentes "não são apenas um problema europeu"

Entrevista a Luis Antonio Tagle, cardeal-arcebispo de Manila

Com o cenário de eleições europeias em fundo, Luis Antonio Tagle, cardeal-arcebispo de Manila e presidente da Caritas Internacional, lembra que os populismos crescentes "não são apenas um problema europeu", pelo que as democracias devem "humildemente avaliar e analisar" o que está a correr mal.

"Porque é que isso acontece?", pergunta Tagle, verificando que em muitos países "a classe média é cada vez mais pobre e os ricos estão cada vez mais ricos".

Questionando "as democracias liberais e o correspondente capitalismo liberal", o cardeal filipino defende a identificação e correção dos "erros", para que "a verdadeira Democracia aconteça".

  • O 12.º episódio do "Polígrafo SIC"
    21:36