Ciclone Idai

"Estamos a falar de uma dimensão maior" do número de vítimas em Moçambique

Renamo diz duvidar dos números do Governo moçambicano. 

O primeiro secretário do partido Frelimo em Portugal, Elias Mutemba, acredita que a tragédia em Moçambique vai ter danos maiores que as cheias em 2002, onde morreram pelo menos 800 pessoas.

Esta quarta-feira, na Edição da Noite, da SIC Notícias, também esteve António Pedro Chichone, representante da Renamo em Portugal, que considera que o Governo falhou no combate à prevenção.