Ciclone Idai

Militares portugueses dão apoio em maternidade com recém-nascidos em risco de vida

Militares portugueses dão apoio em maternidade com recém-nascidos em risco de vida

Uma viagem a Búzi acompanhada em exclusivo pelos enviados da SIC a Moçambique.

Em Moçambique, 531 mil pessoas foram afetadas pelo ciclone Idai. A contagem de vítimas mortais subiu hoje para 446, números ainda provisórios.

Os fuzileiros portugueses prestaram hoje o primeiro auxílio às vítimas, numa viagem a Búzi acompanhada em exclusivo pelos enviados da SIC.

O distrito continua completamente isolado. Tem mais de 100 mil habitantes e zonas que continuam alagadas. A ajuda chega através do rio. Aos militares portugueses foi pedida ajuda médica para a maternidade que tem recém-nascidos em risco de vida.

O relato é da Ana Peneda Moreira e as imagens do Rafael Homem.