Ciclone Idai

Arranca hoje campanha de vacinação contra a cólera no Norte de Moçambique

A campanha vai imunizar cerca de 500 mil pessoas.

As autoridades moçambicanas lançam hoje uma campanha de vacinação contra a cólera na província de Cabo Delgado, onde um surto da doença foi registado após o ciclone Kenneth.

A campanha vai imunizar cerca de 500 mil pessoas, incluindo bebés com mais de 12 meses, nos distritos de Pemba, Mecúfi e Metuge, sendo que a ação vai ser conduzida por 110 equipas.


A cólera é uma doença tratável, que se propaga através de água e alimentos contaminados, em zonas sem saneamento, e é frequente na região durante a época das chuvas, de novembro a abril.


No surto subsequente ao ciclone Kenneth, que atingiu Cabo Delgado em 25 de abril, deram entrada nas unidades de saúde 163 casos, dos quais 23 continuam por tratar, e não houve registo de óbitos, segundo um boletim do Ministério da Saúde divulgado no início desta semana.


Moçambique foi pela primeira vez atingido por dois ciclones muito intensos na mesma época chuvosa.


O ciclone Idai atingiu o centro de Moçambique em março, provocou 603 mortos e afetou cerca de 1,5 milhões de pessoas, enquanto o ciclone Kenneth, que se abateu sobre o norte do país em abril, matou 45 pessoas e afetou 286.000 pessoas.

Lusa

  • Quem são os Hells Angels?
    2:52
  • O preconceito e os receios em torno das doenças mentais
    30:52
  • O caos nos registos
    18:55