Coronavírus

DGS explica porque rastreios nos aeroportos continuam fora de questão

DGS explica porque rastreios nos aeroportos continuam fora de questão

“Precisávamos de rastrear 100 mil passageiros para encontrar quatro não com coronavírus, mas com febre”.

Especial Coronavírus

A Direção-Geral da Saúde reuniu esta quarta-feira a Autoridade Nacional de Aviação Civil por causa do surto de coronavírus. Até indicação da Organização Mundial de Saúde, mantém-se a decisão de não fazer rastreios nos aeroportos.

Os testes são feitos à saída da China e, só em casos excecionais, é que as análises são repetidas em Portugal.

Veja também: